Validação de Limpeza Anvisa na Indústria Farmacêutica: entenda sua importância

Validação de Limpeza Anvisa na Indústria Farmacêutica: entenda sua importância

Cadastre-se gratuitamente em nossa lista de leitores e seja notificado com exclusividade a cada novo post ou material publicado.

A validação de limpeza é um dos itens presentes nas Boas Práticas de Fabricação (BPF), levando sempre em consideração a segurança do paciente e a garantia da qualidade dos produtos finais.

Os estudos de validação de limpeza devem ser executados respeitando alguns itens chave, como por exemplo: 

  • Política da validação de limpeza
  • Níveis de limpeza
  • Elementos da validação de limpeza
  • Matriz e escolha de pior caso
  • Requisitos mínimos e
  • Controle de mudanças

Todos estes itens estão presentes no Guia de Validação de Limpeza para Farmoquímicas, disponibilizado pela Anvisa.

No artigos de hoje você saberá mais sobre o que é a Validação de Limpeza e qual a sua importância. 

Confira o que vem por aí: 

Sem mais delongas, vamos ao que interessa.

 

O que é Validação de Limpeza?

A validação de limpeza é um requerimento regulatório no Brasil, constante nas resoluções de Boas Práticas de Medicamentos (RDC nº 17/2010) e de Insumos Farmacêuticos Ativos (RDC nº 249/2005).

Em uma visão global, a validação de limpeza passou a ter mais atenção nos anos 90, quando ocorreu um caso de contaminação em produtos por resíduos de agrotóxicos, e a causa foi atribuída a um processo de limpeza inadequado.

Os insumos farmacêuticos são produzidos com base em processos físicos e processos químicos complexos, que poderá resultar em diversos subprodutos, muitas vezes tóxicos.

Durante esta produção também são utilizados vários reagentes e solventes, que precisam posteriormente ser eliminados do meio reacional. 

O processo de validação de limpeza deve levar em consideração, e eliminar, contaminantes de: 

  • Insumos farmacêuticos de lotes anteriores
  • Microorganismos
  • Agentes de limpeza
  • Lubrificantes
  • Sujidades em geral

Na validação de limpeza todos os contaminantes precisam ser eliminados para não serem posteriormente encontrados no insumo farmacêutico final. 

Também é ideal que não permaneça nenhum contaminante nos equipamentos e demais utensílios utilizados no processo de produção, para que não contamine lotes futuros. 

Uma empresa precisa estabelecer uma política para validação de limpeza para as suas instalações de produção de insumo farmacêutico ativo. 

Nesta política são estabelecidas as responsabilidades e aprovações. 

Uma política de validação de limpeza precisa seguir as seguintes etapas: 

  • Definir os termos utilizados durante a validação
  • Definir a revalidação e verificação contínua do estado validado
  • Implementação da política da empresa sobre os equipamentos e instalações que serão dedicados ou multipropósitos, com base nas características dos insumos produzidos
  • Definir a validação das metodologias analíticas
  • Considerar a justificativa para os critérios de aceitação
 

Qual a importância da Validação de Limpeza?

A Validação de Limpeza é um processo de grande importância pois trata-se de uma das formas mais eficazes para controle da contaminação e também contaminação cruzada. 

Este processo é uma evidência documentada de que os procedimentos de limpeza removem todo e qualquer resíduo a níveis pré-determinados de aceitação, com base em alguns fatores, como: 

  • Tamanho do lote a ser produzido
  • Dose
  • Toxicologia
  • Tamanho do equipamento a ser limpo

Para as indústrias farmoquímicas, os resíduos incluem também intermediários de reação, reagentes, solventes e impurezas, como já mencionado anteriormente. 

A validação de limpeza é de extrema importância na eliminação de resíduos potenciais, resultantes das várias etapas dos processos químicos e físicos, na produção de insumos farmacêuticos ativos. 

Em lotes de IFAs, podem existir contaminantes como: 

  • Precursores do insumo farmacêutico ativo
  • Subprodutos e/ou produtos de degradação
  • Insumo farmacêutico sintetizado no lote anterior
  • Solventes e outros materiais utilizados na fabricação
  • Agentes de limpeza
  • Lubrificantes e sujidades em geral (resultantes do desgastes dos dispositivos presentes nos equipamentos, como agitação, válvulas, selos de vedação, etc)

Portanto a validação de limpeza é uma das formas mais eficazes de controle da contaminação.

 

Níveis da Validação de Limpeza

Existem basicamente 3 (três) níveis de limpeza que podem ser aplicados, mas, dependendo da natureza do processo ou dos requisitos da empresa, outros níveis podem também serem aplicados. 

Confira a seguir os três níveis básicos da validação de limpeza: 

  • Nível 0 (zero): Trata-se de uma limpeza mais bruta, onde as substâncias pertinentes de lotes anteriormente produzidos não são críticas. 
  • Nível 1 (um): As substâncias que podem ser transferidas, de lotes anteriores, são menos críticas. Neste caso a limpeza deve reduzir a quantidade potencial transferida para um limite abaixo do que o necessário para um próximo nível. 
  • Nível 2 (dois): Aqui as substâncias de lotes anteriores são mais críticas, portanto a limpeza deve ser executada até que o limite determinado para a quantidade a ser transferida seja alcançado.

Para o nível zero, a validação de limpeza não é obrigatória. 

Para o nível um, a validação de limpeza oscila de não obrigatória para obrigatória, devido aos limites menores de resíduos transferíveis. 

Já para o nível dois, a validação de limpeza é essencial.

Como você pode perceber, existe uma variação do nível de limpeza necessário conforme a criticidade da etapa produtiva e da próxima substância a ser fabricada no mesmo equipamento. 

Os insumos farmacêuticos ativos e também os intermediários são, na maioria das vezes, produzidos em equipamentos multipropósitos, que passam por mudanças de produtos com maior frequência. 

Neste caso, existe uma necessidade de aumentar a quantidade de procedimentos de limpeza. 

Com este conceito de diferentes níveis de limpeza é possível que a complexidade da validação seja minimizada, bem como o número de procedimentos necessários, evitando que a segurança do insumo farmacêutico ativo seja afetada. 

A contaminação dos produtos farmacêuticos devido a resíduos deixados por outros lotes de produtos produzidos, é um grande desafio dentro da indústria farmacêutica. 

Para isto que existem os processos de limpeza que devem ser validados, garantindo assim a segurança do medicamento produzido.

Com a Doctor Quality sua empresa realiza todo o Processo de Validação de Limpeza, sem dores de cabeça. 

Entenda mais sobre este serviço aqui

Forte abraço!

Não vá embora ainda...

Conte para nós o que você achou deste conteúdo

Cadastre-se gratuitamente em nossa lista de leitores e seja notificado com exclusividade a cada novo post ou material publicado.

WhatsApp chat