PortugueseEnglishSpanish

World Hepatitis Summit – Saiba mais sobre este evento e sua importancia

O que é um cosmético natural? Entenda agora mesmo a importância deste produto para a sua saúde
19/10/2017
A situação da saúde em nosso País está de mal a pior, segundo pesquisa
17/11/2017

O World Hepatitis Summit é um evento bienal, global e de grande escala que visa promover a agenda da hepatite viral. É uma iniciativa conjunta entre a Organização Mundial de Saúde (OMS) e a Aliança Mundial contra a Hepatite – a cada Summit (cúpula), um país diferente colabora sendo o anfitrião do evento.

O evento de 2017 aconteceu nos dias 1, 2 e 3 de novembro, e contou com mais de 900 delegações de 110 países que colaboraram estreitamente para eliminar a hepatite viral.

Os temas discutidos variaram desde a hepatite D na Amazônia, hepatite em crianças até o andamento das pesquisas para uma cura de hepatite B e, ainda, formas de financiamento sustentável, entre muitos outros.

Vale lembrar que este evento não se trata de um movimento médico, mas sim, um evento de políticas em saúde pública.

Cadastre-se e receba todas as nossas novidades

A Voz da Comunidade

A voz da comunidade é importantíssima para a hepatite viral, é uma novidade e vem cada vez mais se fortalecendo. O Summit destina-se ao preenchimento de uma lacuna na área que tradicionalmente está saturada de conferências científicas e médias, mas em contrapartida faltava esta aproximação da sociedade e do governo, para que juntos possa beneficiar os pacientes da hepatite.

O Summit portanto, proporciona a oportunidade ideal para engajar a comunidade e fazer o uso da mídia global de forma a focar firmemente na hepatite.

O evento também serve como um fórum para discussões sobre por exemplo, como promover respostas efetivas do sistema de saúde pública para esta doença.

 

Brasil

O Brasil defendeu a causa da hepatite em amplitude global por muitos anos, e lutou intensamente por uma resposta global para a hepatite.

Desta forma o País foi escolhido como parceiro e anfitrião do evento em 2017, em reconhecimento a toda a mobilização e iniciativas nacionais do País, e também a sua liderança internacional na área da hepatite viral.

De forma geral 325 milhões de pessoas viviam com hepatite crônica e 1,34 milhões de pessoas morreram de hepatite viral em 2015, um grave problema de saúde pública global.

Entre as discussões do evento, uma delas foi a falta de progresso na sua prevenção e controle nos países em desenvolvimento devido à falta de uma abordagem integrada das medidas de prevenção e controle, bem como o inadequado acesso a tratamentos e cuidados acessíveis e adequados.

Mais de 250 organizações da sociedade civil se uniram para pedir aos representantes dos governos que assegurem as necessidades das pessoas que vivem com a doença.

Gostou da publicação de hoje? Então:

Cadastre-se e receba todas as nossas novidades

fonte(s): 
http://www.worldhepatitissummit.org/2017/brazilgroup/brazil
http://www.segs.com.br/saude/89278.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

× How can I help you?